segunda-feira, 10 de agosto de 2015

Programa Estrela Dalva impulsiona os estudos de jovem superdotado






Matheus, um dos jovens que participou do Programa Estrela Dalva e passou para o Colégio de Aplicação da UERJ (CAp-UERJ)Foto: Arquivo pessoal.

Extraído do site : http://blog.institutobrookfield.org.br/index.php/2015/08/programa-estrela-dalva-impulsiona-os-estudos-de-jovem-superdotado/


Conheça o exemplo do Matheus, um dos jovens impulsionados pelo Programa Estrela Dalva.

“O Programa Estrela Dalva mudou totalmente a nossa vida. Matheus diz que estudar lá foi a melhor escolha da vida dele”, diz Fabiana de Araújo Motta, mãe de Matheus Motta de Moura, 14 anos, ex-aluno do Programa. Fabiana conta que não tinha condições financeiras de colocá-lo em uma escola melhor, apesar de o seu filho precisar disso para se desenvolver nos estudos. Isso mudou quando passou no processo seletivo para estudar no Programa Estrela Dalva.

Com o impulso do Programa, Matheus estudou muito e passou com notas excelentes em três escolas de excelência do Rio de Janeiro. Com essas opções, ele saiu de um Centro Integrado de Educação Pública (CIEP) – conhecido como Brizolão – e escolheu estudar em uma escola de excelência com que muitos jovens sonham: o Colégio de Aplicação da UERJ (CAp-UERJ). Hoje, mãe e filho afirmam que estão muito satisfeitos com a mudança.

A descoberta

Fabiana conta que fica feliz e orgulhosa ao ver a dedicação do seu filho, apesar das dificuldades. “Moramos no Complexo da Maré, mas queremos sair daqui, morar em um lugar mais acessível, perto do colégio dele. Ele fala que quer um futuro melhor também. Infelizmente, vemos muitos jovens se perdendo por aqui. Apesar de ter amigos que foram para outros caminhos, Matheus sempre manteve o foco nos estudos. Isso me deixa mais calma e tranquila”, detalha.

Antes do Estrela Dalva, Matheus não sabia que era superdotado. “Eu percebia que tinha mais facilidade para tirar boas notas. E só. Não imaginava que tinha essa capacidade de passar nos três colégios, nem que existia um nome para essa facilidade que eu tinha. Foi lá no Programa Estrela Dalva que tive oportunidade de perceber tudo isso e estudar no colégio que queria”, conta.

Feliz, Matheus destaca o nível do colégio em que está atualmente. “O nível do CAp é maior do que o do Brizolão, e o estilo de ensino é diferenciado. Aprendemos não só as regras, mas também como as coisas funcionam. O que mais gosto é a relação do colégio com o estudante. Eles me deixam à vontade e sinto que posso ter as minhas responsabilidades”, disse.

O que é o Programa e como funciona

O Programa Estrela Dalva é iniciativa do Instituto Lecca e tem o objetivo de impulsionar crianças superdotadas e de baixa renda a terem acesso às melhores escolas públicas do Rio de Janeiro.

A primeira fase do programa leva dois anos. “Todos os alunos estudam diariamente no nosso espaço, durante dois anos. Ao final desse período, eles fazem as provas para as escolas de excelência. Na segunda fase, eles continuam em contato conosco e vêm aqui quando precisam de ajuda, para usar o laboratório de informática ou a biblioteca, para participar das Oficinas, etc. O Matheus estudou aqui diariamente em 2011 e 2012. Atualmente, vem aqui de vez em quando”, diz Clara Sodré, coordenadora do Programa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário