quinta-feira, 29 de setembro de 2016

Secretaria de Educação de GOIÁS ministra curso sobre altas habilidades/superdotação

Extraído do site : http://www.goiasagora.go.gov.br/seduce-ministra-curso-sobre-altas-habilidadessuperdotacao/

Formacao-Trindade

Cinquenta e um professores da Subsecretaria Regional de Trindade estão participando de uma formação voltada para o atendimento aos alunos com altas habilidades/superdotação. A capacitação será feita em dez encontros, todas as terças-feiras. Desde o dia 13 deste mês, os docentes estão aprendendo a trabalhar a inclusão deste público nas unidades de ensino da Secretaria de Educação, Cultura e Esporte (Seduce).

O curso tem o objetivo de preparar os professores para acolher e satisfazer as necessidades pedagógicas destes alunos. A formação é realizada pela Gerência de Ensino Especial – Núcleo de Atividades de Altas Habilidades/Superdotação (NAAH/S). Participam professores dos municípios de Trindade, Abadia de Goiás, Anicuns, Avelinópolis, Guapó e Santa Bárbara.

O curso Fundamentos Teóricos em Educação Especial na Perspectiva Inclusiva – Altas Habilidades/Superdotação atende a uma demanda observada pelos professores nas escolas de crianças e adolescentes que apresentam notável desempenho e/ou elevada potencialidade em uma área específica. Os participantes da formação são professores de apoio que auxiliam os colegas na missão de promover uma educação inclusiva.

Mais

A Seduce iniciou, em 1999, um programa de escola inclusiva, que tem entre os objetivos o preparo dos alunos com necessidades especiais para o mercado de trabalho. Além disso, a secretaria desenvolve, desde o início do ano, o Projeto Movimento Anual de Inclusão – Mais Inclusão.


A rede de ensino estadual tem 9 mil alunos com algum tipo de necessidade especial que inclui deficiências, transtornos globais do desenvolvimento e altas habilidades/superdotação. Para dar suporte a este trabalho, o Programa Estadual de Educação para a Diversidade numa Perspectiva Inclusiva (PEEDI) tem um grupo de 40 pessoas que dão apoio aos profissionais da rede de apoio à inclusão das suas regionais. Essa equipe inclui: professores, intérpretes de Libras, instrutores de Libras, psicólogos, fonoaudiólogos e assistentes sociais.

quarta-feira, 28 de setembro de 2016

Primeiro no Brasil, Núcleo de Estudos e Práticas em Altas Habilidades/ Superdotação é lançado na UFPR


Primeiro no Brasil, Núcleo de Estudos e Práticas em Altas Habilidades/ Superdotação é lançado na UFPR

nephas_destaque2

Foto: ACS/ UFPR

Foi lançado, nesta sexta-feira (2), o Núcleo de Estudos e Práticas em Altas Habilidades/ Superdotação (Nephas), um projeto pioneiro e inovador com o objetivo de promover a reflexão, a capacitação e a intervenção na área de altas habilidades e superdotação. A solenidade foi realizada no Gabinete da Reitoria da UFPR.

Resultado de uma parceria entre a UFPR e a Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUCPR), com apoio de profissionais da rede básica de ensino, o Nephas é o primeiro centro no Brasil dedicado a estudos nas áreas de altas habilidades e superdotação. No Brasil, estima-se que entre 3 e 5% das pessoas façam parte dessa população.

O reitor da UFPR, Zaki Akel Sobrinho, comemorou o lançamento do Nephas, e destacou o aspecto inovador do projeto, e a importância de incluir os estudantes superdotados e com altas habilidades nos espaços de educação. “Estamos perdendo cérebros. Eu vi relatos de jovens que não se sentem acolhidos nesse espaço formativo, e é obrigação nossa promover políticas inclusivas”, afirmou. “Esse é um projeto completo que abrange ensino, pesquisa e extensão, que vai além dos nossos muros. É a Universidade relevante, com responsabilidade social, integrada no tecido social”.

Para a coordenadora do Núcleo de Apoio às Pessoas com Necessidades Especiais da UFPR, Laura Ceretta Moreira, havia uma lacuna em pesquisas e práticas efetivas para a área de superdotação no ensino superior. Diante disso, formou-se um grupo para aprofundar os estudos sobre linguagem, inteligência e criatividade,com foco no jovem adulto. A coordenadora estima que pelo menos 1.500 alunos da UFPR e 1.500 alunos da PUCPR façam parte da população de superdotados e com altas habilidades. Esse número é bastante grande. Vamos trabalhar aos poucos, mas pretendemos atingir o máximo de alunos”, disse.

A professora do Departamento de Psicologia da PUCPR, Elizabeth Carvalho da Veiga, acredita que a parceria entre as Universidades e a troca de experiências vão permitir a identificação do potencial humano e o aproveitamento desse potencial em benefício dos sujeitos e da sociedade. “Os nosso alunos podem vir à UFPR, e os alunos da UFPR podem ir à PUC, para trocar experiências, conteúdo, disciplinas que complementem a formação, projetos que a UFPR esteja desenvolvendo e que a PUC poderia participar, e vice-versa, e juntarmos esses jovens com essa potencialidade exacerbada em termos intelectuais para desenvolver projetos comuns”, explicou.

O reitor da PUCPR, Waldemiro Gremski, considerou o lançamento do Nephas um exemplo de responsabilidade social da Universidade, e ressaltou a importância da parceria entre as instituições de ensino. “Hoje as demandas que a Universidade tem dos diferentes segmentos da sociedade, e também as pesquisas em andamento, exigem o trabalho em rede”, destacou.

A rede municipal de ensino básico em Curitiba atende mais de cem crianças com superdotação e altas habilidades, de acordo com a secretária municipal da Educação, Roberlayne de Oliveira Borges Roballo. “Para nós, para a escola básica, o Núcleo será com certeza um grande apoio. Temos muitos desafios ainda”, afirmou Roberlayne, que relatou que ainda há desafios nas relações entre alunos superdotados com os professores e com os outros alunos.

Também participaram da solenidade de lançamento do Núcleo de Estudos e Práticas em Altas Habilidades/ Superdotação a pró-reitora de Graduação da UFPR, Maria Amélia Sabbag Zainko, e o presidente da Associação Nacional de Docentes de Educação Especial, Davi Rodrigues.



segunda-feira, 26 de setembro de 2016

REGISTROS DO NOSSO SEGUNDO SIMPÓSIO DO INSTITUTO BRASILEIRO DE SUPERDOTAÇÃO E DUPLA EXCEPCIONALIDADE

2º SIMPÓSIO DO INSTITUTO BRASILEIRO DE SUPERDOTAÇÃO E DUPLA EXCEPCIONALIDADE, DO QUAL SOU SÓCIA FUNDADORA, REALIZADO NO DIA 24/09/2016, EM SÃO PAULO. 

TROCAS ENRIQUECEDORAS. QUEM NÃO PÔDE VIR, TENTE VIR NO PRÓXIMO, POIS FOI MUITO INTERESSANTE ! 

OBRIGADA AOS QUE PUDERAM DELE PARTICIPAR !