sábado, 17 de agosto de 2013

O Programa Bom Aluno, em Curitiba (Paraná) para alunos com bom desempenho acadêmico de baixa renda


Extraído do site :





O Programa Bom Aluno tem como objetivo incentivar bons alunos de baixa renda, por meio de sua capacitação educacional e técnico-profissional, bem como habilitá-los nos aspectos de cidadania e solidariedade para que se tornem agentes de transformação de sua situação socioeconômica e da desigualdade social existente no Brasil.


No ano 2000 foi criado o IBAB - Instituto Bom Aluno do Brasil, buscando consolidar o Programa Bom Aluno nacionalmente e promover sua expansão.


E o programa vem dando provas consecutivas de seu acerto. Transformado em Franquia Social, hoje atende a mais de mil crianças e adolescentes.


Seus mantenedores já estão assistindo, não só a formação de pessoas com conhecimentos, valores e princípios sólidos, mas ao surgimento de um elenco de profissionais que se destacam pela tenacidade, espírito de equipe, liderança, visão de mundo e capacidade de dar soluções.



IBAB - Instituto Bom Aluno do Brasil

Presidente: Francisco Simeão

Vice-Presidente: Luiz Bonacin

Diretor: Ozil Pedro Coelho Neto

Gerente IBAB: Maria Isabel Grassi Dittert


Fone: (41) 3335-6006

"Transformar a sociedade com a participação dos mais pobres é só uma questão de oportunidade"


Perfil do candidato
O recrutamento é aberto ao público mediante divulgação nas escolas públicas e na comunidade, apenas nas cidades em que o programa já existe. O candidato terá que estar cursando o ensino fundamental para participar do processo seletivo. Portanto, cada aluno já participante do PBA - Programa Bom Aluno é quem será desenvolvido até a graduação ou pós-graduação, não sendo permitido ingresso de alunos após o ensino fundamental.

Qual perfil do candidato?


• Alunos de escola pública;

• Cursando a 7º ano do ensino fundamental;

• Família comprometida com os estudos e com o PBA;

• Disciplinado e dotado de iniciativa;

• Média bimestral mínima de 7,0 em todas as matérias, em todos os anos;

• Pelo menos 90% de frequência escolar;

• Família de baixa renda, com histórico de pobreza;

• Residir na cidade onde o PBA está situado ou em cidades circunvizinhas.

Fases da Seleção:

Os alunos são selecionados em fases eliminatórias

1ª - Ficha de Inscrição: Preencha a ficha de inscrição que está à disposição na secretaria da escola ou solicite-a pelo telefone ao Programa Bom Aluno de sua cidade. Anexe na ficha de inscrição a documentação descrita na própria ficha e envie pelo correio.
Controle do Candidato: Para esta fase, somente serão analisadas as fichas que possuam a documentação completa, sendo conferidas e analisadas todas as informações constantes na ficha de inscrição e documentação anexa.
2ª - Avaliação de Conhecimento: Após a análise da ficha de inscrição e da documentação, os alunos passam para a fase seguinte, que consiste em uma avaliação de conhecimentos, envolvendo conteúdos de Língua Portuguesa, Redação e Matemática, os quais seguem os parâmetros de base curricular do MEC, adaptados a cada série.
3ª - Dinâmica de Grupo: Essas dinâmicas buscam avaliar se algumas características ou atitudes desejáveis aos Bons Alunos, estão presentes ou não.
Não é necessária nenhuma preparação prévia para participar desta fase. Recomenda-se vestimenta confortáveis e bermudas ou calças, no dia.
4ª - Entrevista com a família e com o aluno: Para a entrevista, devem estar presentes os pais ou responsáveis pelo candidato.
5ª - Visita Domiciliar: É a última etapa da do processo seletivo e conclui as informações somadas nas outras etapas, que possibilita uma análise mais adequada dos dados obtidos.
Análise Final: Os alunos que finalizarem as cinco fases de avaliação serão novamente analisados mediante o número de vagas disponíveis no PBA, sendo escolhidos, dentre os candidatos, àqueles que melhor atendam aos requisitos estabelecidos pelo Programa Bom Aluno.
Nessa ocasião, decide-se a indicação ou contra-indicação final do candidato.

Informações importantes:

• O processo compreende 5 (cinco) fases, assim necessitamos da compreensão de todos os participantes.

• Vagas limitadas: nem todos os candidatos poderão ser admitidos.


Nenhum comentário:

Postar um comentário