quarta-feira, 3 de setembro de 2014

Jovem estilista terminou o ensino médio aos 11 e agora faz faculdade


http://ela.oglobo.globo.com/moda/menina-prodigio-aos-13-isabella-rose-taylor-apresenta-colecao-na-semana-de-moda-de-nova-york-13875533?utm_source=Facebook&utm_medium=Social&utm_campaign=O+Globo

Copyright © 2013 O Globo S.A. RIO — Ter 13 anos e já estar cursando a faculdade é algo incomum. Agora, fazer isso e, ao mesmo tempo, apresentar uma coleção de roupas na semana de moda de Nova York é um feito que só pode ser atribuído a Isabella Rose Taylor.


Aos 13: a estilista prodígio Isabella Rose Taylor Foto: David Heisler Photography LLC / Divulgação


O TALENTO TAMBÉM PODE ESTAR NA MODA …

Vejam que graça a história desta menina. Super inteligente. Membro da MENSA. Aos 11 anos já cursava faculdade, mas, foi na MODA que ela encontrou a sua verdadeira vocação :

Menina-prodígio: aos 13, Isabella Rose Taylor apresenta coleção na semana de moda de Nova York

Uma adolescente do Texas, ela atualmente divide-se entre os estudos na Austin Community College e a carreira de estilista, iniciada aos 9 anos de idade, quando criou um site e começou a vender as criações da marca que leva o seu nome. Hoje, ela possui um contrato com a rede varejista Nordstrom, que vende suas peças, voltadas para meninas da sua idade, por preços que variam de R$ 65 a R$ 220. Quando o contrato foi assinado, em fevereiro, ela tinha apenas 12 anos.
O interesse pela moda foi despertado graças a um outro talento, a pintura. Segundo Isabella, tudo começou num acampamento de verão, quando ela resolveu aplicar tecidos em suas telas.

“Eu me apaixonei pela moda. Gostei da ideia de levar a minha arte 2D para uma perspectiva 3D, e acabei costurando a minha primeira coleção”, explicou a menina ao site “The Daily Beast”.

As pinturas da adolescente são atualmente vendidas em uma galeria em Dallas, no Texas. Contudo, é na moda que Isabella aposta suas fichas. Segundo o “The Telegraph”, os pais da menina a ajudaram a fundar a marca; agora, eles reaplicam os lucros na própria empresa.

A menina-prodígio, que completou o ensino médio aos 11 anos, também é integrante da Mensa, espécie de “clube” de pessoas com QI elevado.






Copyright © 2013 O Globo S.A. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário