sábado, 24 de agosto de 2013

SOBRE O PROGRAMA DO POIT DO COLÉGIO OBJETIVO DE SÃO PAULO PARA ALUNOS COM ALTAS HABILIDADES / SUPERDOTAÇÃO


Extraído do site : http://www.objetivo.br/poit/



O Programa Objetivo de Incentivo ao Talento - POIT, foi criado para trabalhar com os alunos portadores de altas habilidades do Colégio Objetivo. Esse trabalho teve início em 1972 quando observou-se a presença de alunos que se sobressaiam quanto à competência acadêmica e potencial intelectual. Após uma série de iniciativas para atendimento destes alunos, em 1986 firmou-se a estrutura do POIT, que passou a contar com várias modalidades de atendimento ao superdotado. O Programa Objetivo de Incentivo ao Talento é uma das poucas iniciativas brasileiras a cuidar desta população.


    No Colégio Objetivo, podem participar do POIT os alunos matriculados no Ensino Fundamental considerados portadores de potenciais diferenciados. Para ser identificados os alunos têm que passar por um processo seletivo, ou apresentar laudo psicológico que indique necessidade educacional diferenciada.


O trabalho de identificação baseia-se na união de dados quantitativos, como os resultados obtidos em testes e dados qualitativos, entre os quais assinalamos a observação direta dos alunos, a indicação dos professores e coordenadores das unidades, e a indicação das famílias dos alunos. São considerados fatores como a criatividade ou a motivação, ou mesmo um alto desempenho acadêmico. Podem também ser aceitas crianças com talento excepcional nas artes.


Para passar pelo processo de seleção, os alunos interessados devem solicitar à coordenação de sua unidade uma avaliação, que é feita por uma das psicólogas do programa. E, ao longo do ano letivo, os professores também podem indicar para o POIT, a qualquer momento, os alunos que considerem portadores de altas habilidades. 


Mais que o ensino de conteúdos disciplinares considerados universais, que estariam desenvolvendo habilidades iguais para todos, o mundo contemporâneo demanda necessidades formativas diferentes. Ao ideal de homem mecanizado da sociedade industrial, o sujeito contemporâneo demanda uma formação na qual seja possível o design de recortes particulares, que respeitem suas particularidades. O pensamento que têm que desenvolver é interdisciplinar e complexo, para lidar com realidades também complexas.



Diante desta demanda, a melhor oferta para alunos talentosos, é a de atividades de enriquecimento, numa base extracurricular, que permitem maior flexibilidade, que o aluno trabalhe no seu próprio ritmo, por não estarem comprometidas com currículos pré-fixados. Do ponto de vista dos relacionamentos, permitem maior intercâmbio interpessoal, seja com os pares do próprio curso especial, seja com os da sala de aula comum, onde os alunos são mantidos, permitindo maior integração. As atividades extracurriculares são organizadas de modo a oferecer uma gama bastante variada de opções, para que cada criança experimente as possibilidades, identificando-se com as que correspondem aos seus desejos e habilidades.


Assistam ao trabalho do POIT, clicando aqui : 

Nenhum comentário:

Postar um comentário