quinta-feira, 29 de agosto de 2013

Educação dá dicas para os pais ajudarem os filhos na hora da lição de casa


Portal doGOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO







Participação familiar no processo de aprendizagem é fundamental para a vida escolar do aluno


O Governo do Estado, por meio da Secretaria da Educação, elaborou uma cartilha com 10 dicas para os pais estimularem os filhos na hora da lição de casa. A participação familiar no processo de aprendizagem é fundamental para a vida escolar do aluno. 


- Siga o Governo do Estado de São Paulo no Twitter e no Facebook


Segundo a especialista Sonia Jorge, da Coordenadoria de Gestão de Educação Básica, a hora da lição de casa, além de ser parte do aprendizado, faz com que os pais fiquem ainda mais próximos dos filhos.


O manual contém orientações importantes para que os pais saibam o que fazer quando, por exemplo, eles não sabem responder às dúvidas de algum conteúdo trazido pelas crianças.


Além da lição de casa, é fundamental a participação nas reuniões escolares de pais e mestres e em todas as outras atividades que a escola promover para os pais.


Confira as dez dicas:


1) Mantenha um canal de comunicação constante com a escola de seu filho, buscando saber com o professor sobre qual o tipo, a quantidade e o agendamento das tarefas de casa.


2) Troque ideias com seu filho, fazendo perguntas para ajudá-lo. Nunca apague os erros e dê a resposta certa. Lembre-se que a correção é papel do professor, que sabe fazê-la de forma construtiva.


3) Incentive a criança a sempre tentar de novo, a ler com atenção e refazer aquele exercício que parece muito difícil. Fazem parte do processo de aprendizagem as várias tentativas e o erro.


4) Não sabe responder às dúvidas de seus filhos? Não é o fim do mundo! Para não correr o risco de errar e comprometer o aprendizado da criança, o melhor é reconhecer que não sabe a resposta e orientar o estudante a levar a dúvida para o educador.


5) Toda ajuda é sempre bem-vinda, mas alguns pais, por boa vontade ou falta de orientação, acabam fazendo o trabalho dos filhos. Em vez de fazer as tarefas por ele, estimule a parceria e incentive-o a assumir responsabilidades e a conquistar autonomia.


6) O melhor horário para fazer a lição é diferente para cada criança. Estabeleça um período fixo (manhã ou tarde), respeite o tempo de descanso e os intervalos das refeições. As atividades escolares exigem disciplina e concentração. E reserve um tempo para estar presente durante as tarefas.


7) Em uma casa, é difícil estabelecer a lei do silêncio. De qualquer forma, na hora da lição,reserve um espaço com pouca movimentação e sem interferências externas, como barulhos de televisão ou rádio.


8) Na sala de aula, cada aluno tem direito a uma carteira. Em casa, não deve ser diferente. Separe um cantinho para seu filho que tenha um apoio plano, como a escrivaninha do quarto, mesa da sala ou da cozinha, onde você possa ficar ao lado dele durante alguns momentos da tarefa.


9) A tecnologia é parceira da educação. Mas é preciso saber a hora de utilizá-la. Se o livro ainda é o principal material didático do seu filho, deixe o computador e o tablet para depois das tarefas. Outra dica é perguntar nas escolas quais sites podem ser consultados para fazer pesquisas para os trabalhos e tarefas de casa.


10) O processo de aprendizagem varia de criança para criança. Fazer comparações ou estabelecer metas inatingíveis são atitudes prejudiciais. Reconheça os limites de seu filho e sempre o encoraje a melhorar.


Do Portal do Governo do Estado


Nenhum comentário:

Postar um comentário