terça-feira, 26 de fevereiro de 2013

Aluno superdotado da rede estadual é aprovado em 1º na Universidade Federal de Sergipe


Aluno superdotado da rede estadual é aprovado em 1º na Universidade Federal de Sergipe



Extraido do site : http://aquiacontece.com.br/noticia/2013/02/25/aluno-com-superdotacao-da-rede-estadual-e-aprovado-em-1-na-ufs



Cristiano da Silva foi aprovado no curso de Matemática Aplicada Computacional da UFS


 

por Agência Sergipe




O aluno do Colégio Estadual Costa e Silva, Cristiano da Silva Sobral, foi aprovado em primeiro lugar do grupo E no curso de "Matemática Aplicada Computacional" da Universidade Federal de Sergipe (UFS). O jovem, que possui altas habilidades e superdotação, além de transtornos globais do desenvolvimento, foi identificado pelo Centro de Referência de Educação Especial da Secretaria de Estado da Educação (CREESE/Seed) e encaminhado para o Núcleo de Atividades de Altas Habilidades e Superdotação da Seed, que o acompanhou desde o ensino fundamental até o seu êxito no Enem 2012 e ingresso na UFS. Cristiano sempre estudou em escolas da rede estadual.



Fascinado por informática, Cristiano Silva visitou na última sexta-feira, 22, as instalações do setor responsável pelo suporte de informática da Secretaria de Estado da Educação (Seed). Ele demonstrou aos técnicos todo o seu conhecimento em informática. Enquanto trocava experiências com os técnicos da área de informática da Seed, Cristiano reconheceu que todo o acompanhamento que teve na escola pública estadual contribuiu para o desenvolvimento de suas habilidades e da aprovação no vestibular.




“Agradeço a minha escola, meus professores e técnicos que sempre me estimularam a estudarDescrição: http://www.previewshots.com/images/v1.3/t.gif e acreditaram que eu tinha capacidade de ingressar na universidade. Estou ansioso para iniciar meus estudos no curso que escolhi e futuramente me tornar um bom profissional”, declarou o aluno.


Confiança



A mãe de Cristiano, Josefa Gomes, afirmou que sempre confiou plenamente nos técnicos da Seed, e revelou que tinha certeza no sucesso do seu filho. “Os professores sempre buscaram estimular meu filho para que ele não desistisse dos estudos. Também fui bem orientada e, com todo esse apoio e acolhimento, tinha certeza que meu filho teria sucesso nos estudos. Quero deixar registrado meu agradecimento a todos os professores e técnicos que foram fundamentais para essa conquista”, declarou Josefa Gomes.



Emoção



A professora Aparecida Nazário, diretora da Divisão de Educação Especial da Seed (Dieesp/Seed), se emocionou com as palavras do aluno e confessou que também se sente vitoriosa quando vê casos como o de Cristiano. “Ficamos com a sensação de dever cumprido e que estamos no rumo certo. O Governo do Estado, por meio da Seed, tem buscado identificar alunos com altas habilidades a fim de fazermos os encaminhamentos necessários para que eles possam superar barreiras e alcançar méritos. Isto é gratificante para professores e técnicos que trabalham com a educação especial”, confessou Aparecida.



Essa também é a opinião da professora Cristina Rodrigues, coordenadora do NAAH/S.“Nossa função é promover a formação de professores das redes pública, estadual e municipais, para que eles possam orientar a família do aluno, acompanhar esse aluno em sua vida escolar para que ele possa desenvolver seu potencial de forma plena. Atualmente temos um número significativo de estudante com necessidades especiais de ensino ingressando no curso superior que nos enche de alegria”, disse a professora.



Ações



O secretário de Estado da Educação, Belivaldo Chagas, afirmou que o Governo de Sergipe, em parceria com o Ministério da Educação (MEC), através da Seed, tem implementado várias ações no sentido de promover o acesso e a permanência com sucesso dos alunos com deficiência, transtornos globais do desenvolvimento e altas habilidades/superdotação na rede pública estadual de ensino.



De acordo com o secretário, a Seed está promovendo a acessibilidade arquitetônica das unidades de ensino, à medida que elas são reformadas; aquisição de carteiras acessíveis; cadeiras de rodas; aquisição de recursos de tecnologia assistiva; e investimento na formação continuada de professores, onde mais de 2000 profissionais já participaram de diversos cursos, abrangendo conhecimentos em Libras, Braille, Tecnologia Assistiva, Comunicação Alternativa e Aumentativa, Sorobã, Deficiência Intelectual, Visual, Auditiva, Educação Física Adaptada, Orientação e Mobilidadede, altas habilidades/superdotação, dentre outros.



“A Secretaria de Educação também realizou processo seletivo para contratação de Tradutores e Intérpretes de Libras e Instrutores de Libras e adquiriu junto ao MEC 123 Salas de Recursos Multifuncionais. Todas estas ações contribuíram para aumentar a matrícula deste público alvo, que saltou de 824 em 2006 para 1756 em 2011”, disse Belivaldo Chagas.



O projeto para promoção dos alunos, público alvo da Educação Especial, no ensino superior, teve início em 2009, com a contratação de Tradutores Intérpretes de Libras, como também o incentivo para que esses alunos se matriculem no Ensino Médio e inscrição no curso Pré-Universitário. O DASE, por sua vez, realiza todo um trabalho, no sentido de oferecer às condições de acessibilidade específicas para cada aluno que está fazendo o pré-universitário da Seed, fazendo com que eles possam superar suas limitações.



“Em decorrência de todo este investimento, hoje podemos comemorar o acesso destes 19 alunos da rede estadual de ensino na Universidade Federal de Sergipe (UFS). No ano passado foram aprovados 17 alunos na UFS, um na Universidade Tiradentes e um na Faculdade São Luiz”, concluiu Aparecida Nazário. 



Meus comentários :



Parabéns ao governo e principalmente á Secretaria da Educação de Sergipe por este incentivo e olhar cuidadoso para as altas habilidades. Torcemos para que os demais governos se espelhem no modelo de Educação de Sergipe !

Um comentário: