quinta-feira, 27 de dezembro de 2012

Perda do sono na infância pode causar hiperatividade





 



No grupo do facebook, “Mãe de Crianças Superdotadas”, encontramos um número de grande de reclamações de mães, em relação a seus filhos superdotados, que não dormem bem. Ou porque dormem tarde ; ou porque dormem pouco, ou porque sempre dormiram mal (acorda, dorme, acorda, dorme) ou também que têm pesadelos e terrores noturnos. Não é o caso dos meus filhos, que sempre dormiram bem. Mas, o curioso é que estas crianças, cujas mães comentam que seus filhos dormem mal, são tidas como hiperativas por seus professores. A reportagem abaixo me fez refletir sobre a importância do sono, no comportamento da criança que pode contribuir para o desenvolvimento ou piora da desatenção e hiperatividade durante a infância, ou pode servir como um alerta precoce de dificuldades comportamentais emergentes. Confiram :






por Equipe da Redação em outubro 10, 2012



As pesquisas sobre o sono oferecem cada vez mais evidências para nos orientar na busca do bem-estar. Um estudo apresentado por cientistas em um congresso especializado em medicina do sono, em Minneapolis (Estados Unidos) apontou que a curta duração do sono pode contribuir para o desenvolvimento ou piora da desatenção e hiperatividade durante a infância, ou pode servir como um alerta precoce de dificuldades comportamentais emergentes.



A pesquisa utilizou uma amostra de 6.860 crianças americanas em idades de ensino infantil – maternal e jardim de infância. A partir de entrevistas com os pais, os pesquisadores obtiveram a duração de sono noturno e informações sobre o comportamento em termos de atenção e impulsividade.



Utilizando ferramentas de regressão estatística, os cientistas descobriram que o pouco sono durante o maternal conseguia prever significativamente a hiperatividade e a desatenção relatadas pelos pais no jardim de infância. Por outro lado, o relato de hiperatividade e desatenção durante o maternal não previa a duração do sono no jardim de infância.



Através dessas observações os pesquisadores concluíram que há evidências de que a perda do sono durante a infância pode resultar em crianças com hiperatividade e falta de atenção, sintomas do transtorno do déficit de atenção com hiperatividade.


Nenhum comentário:

Postar um comentário